Viajar sem sair do lugar.


Você ai, e eu aqui. Tão longes fisicamente mas tão pertos mentalmente. Como que eu consegui ter uma ligação tão forte com alguém, com apenas um "oi"? Quando eu percebi já era amor.


Estamos distantes, e a cada novo minuto, me faz crescer a vontade de te ver. De olhar nos seus olhos, pegar em suas mãos. Vontade de observar cada traço de seu rosto, afagar os seus cabelos. Te mimar, te fazer tão meu. 

Eu quero pegar o primeiro ônibus clandestino que ver, e ir aí, só para receber o seu abraço e sentir o sabor de seu beijo.  Quero deitar minha cabeça em seu peito e dizer o quanto esperei para este momento. Quanto tempo esperei para sentir o cheiro de seu perfume? Nem eu mesma sei. A cada dia, a vontade aumentava - se é que isso foi possível. - 

Quero acordar com um beijo e um abraço. Olhar pela janela de seu quarto totalmente masculino e ver que tem um dia maravilhoso nos esperando. Nem que seja por poucas horas, eu quero aproveitar cada segundo com a maior intensidade. Não quero ter que subir no ônibus e te ver acenando para mim, enquanto eu volto para o meu estado, para a minha cidade, para o meu mundo. Acho que uma paixão à distância me ajudou muito à crescer e perceber que nem todas as paixões são fáceis. 

Nem que depois de fugir, eu fique de castigo sem computador ou até mesmo sem livros. Um dia com você significa mais que o universo para mim. Nem que depois eu te ligue escondida na madrugada, só para ouvir a sua voz de sono dizendo "alô? alô?", e desligar por ouvir passos pela casa. Nem que eu seja obrigada a ficar longe de você, mas eu te quero. Quero viajar sem sair do lugar, em apenas pensar em você.



Um comentário:

  1. Ai, adorei,
    muito fofo aqui *-*
    Da uma passadinha no meu blog?
    Segue se gostar?
    http://theworldoflena.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir