A história de Sofia. II

(..) Sofia então foi visitar a amiga, chegando lá já foi barrada na secretaria:
- Olá querida, poderia ajudar?. - Perguntou a recepcionista.
Sofia então respondeu na ironia: - Claro que sim, você acha que eu estou vindo na UTI pra passear?
Ah é, é sim, é que eu amo ficar passeando pelos corredores do hospital e poder pegar uma doença feia. Ou não?. Eu quero ajuda sim, eu quero saber onde minha amiga está, ela está internada aqui e eu quero falar com ela.
A recepcionista disse: - Calma menina, você está muito agitada! Me diga o nome dela.
Sofia respondeu: Deborah Cruz Sanches.
A recepcionista telefonou para o quarto onde Deborah estava e logo informou-a:
Tem uma menina aqui, que está falando ser sua amiga. Fale aqui com ela. - Então a recepcionista passou o telefone para Sofia. - Olá deh, é a Sofia, será que eu poderia subir e passar a noite com você amiga?
Já animada Deborah respondeu: - Claro amiga, pode subir. Quarto 147!!
Sofia falou com a recepcionista e ela liberou a entrada dela.

Sofia passou a noite com ela, e logo cedo quando as duas acordaram Sofia disse:
- Bem amiga.. Agora eu preciso ir para a casa. Foi ótimo te ver de novo, você continua linda (: Disse Sofia com os olhos cheios de lágrimas.
- Ah amiga, não fica assim não. Essa doença tem cura, já estou fazendo a minha terapia e já está melhorando! Mais uma vez obrigada por ter vindo passar a noite comigo, a sua companhia é sempre ótima para mim. Beijos e fica com Deus. Disse Deborah para Sofia.
Sofia então deu um beijo na testa de Deborah e saiu do quarto, assim que Sofia fechou a porta Deborah gritou: "Te cuida amiga"

Sofia na hora de ir embora, começou a chorar com o estado da amiga, deitada sem poder se levantar muito, com os cabelos caindo e com um tubo de oxigênio. Então Sofia chegou em casa chorando e falou para sua mãe:
- Ah mamãe, foi horrível, horrível. A noite com ela foi perfeita, mas ela estava com o cabelo ciando, aquilo me dava desespero. Ai mamãe, será que o câncer dela tem cura?
Carla então respondeu: - Filha, não fica pensando em coisas ruins, só pense em coisas positivas, que sempre vai atrair coisas positivas! Fica tranquila. Agora vá se arrumar para ir para a escola.
Sofia foi arrumar as coisas, pegar os livros, tomar banho e escovar os dentes e se foi, com os olhos inchados de tanto chorar.

Chegando na escola encontrou com Brigite, e Brigite logo perguntou:
- Oque foi menina? Você estava tão animada ontem..
- É que tem uma amiga minha, que está muito doente, eu fui visita-la e ela está pior do que eu imaginava, coitada. Antes ela era tão linda, um corpão, um cabelão, agora coitada, esta com o cabelo chanel, e toda magrinha, respirando com ajuda de canos de oxigênio. Respondeu Sofia
- Ah amiga, imagino. Disse Brigite

~ O sinal para começar a aula bateu e elas logo foram pra aula~

(Continua..)

Nenhum comentário:

Postar um comentário